Escola de Comércio de Lisboa – Percursos de Sucesso!

Piedade Redondo Pereira
Escola de Comércio de Lisboa | Diretora

Em 1997, o Pedro ingressou na Escola de Comércio de Lisboa no Curso Técnico de Vendas. Fez o seu primeiro e terceiro estágios, ambos com a duração de 6 semanas, no ramo automóvel em Lisboa. No segundo ano, teve a oportunidade de estagiar 3 meses em Turim também no ramo automóvel, no âmbito do Programa Leonardo da Vinci promovido pela União Europeia. Na “capital italiana do automóvel”, o Pedro tomou contacto com as mais fervilhantes empresas e estruturas do ramo automóvel da Europa, lidando com marcas de topo, como a Ferrari. No final dos três anos de curso e levando já na bagagem experiências profissionais de luxo, o Pedro entrou imediatamente no mercado de trabalho, iniciando a sua atividade profissional nas vendas do ramo automóvel. Hoje, o Pedro é Diretor Geral, na Caetano Baviera Lisboa – Concessionário oficial BMW, BMW Motorrad e MINI. No contexto escolar, o Pedro viu o seu trabalho reconhecido com o Prémio de Melhor Aluno do seu curso e foi recentemente galardoado com o Prémio Mercúrio – O Melhor do Comércio e Serviços na categoria de Formação e Carreira Profissional.

O percurso do Pedro é uma história de sucesso que muito orgulha a Escola de Comércio de Lisboa, a ECL, ou a nossa Escola, como a chamamos. A história do Pedro, porém, não é a única. A nossa Escola orgulha-se de, ao longo dos seus 30 anos de existência, proporcionar aos alunos as ferramentas que os tornam capazes de brilhar ao nível pessoal e profissional, facilitando a sua integração no mercado de trabalho e na sociedade, como Pessoas conscientes, colaborativas, competentes, comprometidas e criativas.

No contexto “ligação com as empresas”, a realidade tem demonstrado que, o que começa por ser um estágio curricular, acaba por se tornar, em muitos casos, no primeiro emprego de muitos destes jovens, cujas competências, motivação e iniciativa atraem a entidade empregadora. Todos os dias somos surpreendidos com novos casos de sucesso de alunos da nossa Escola que hoje fazem parte e contribuem ativamente para o sucesso de importantes conceitos, empresas e instituições em Portugal.

No (ultrapassado) contexto de “sala de aula”, a ECL distingue-se por criar ambientes pedagógicos dinâmicos, com uma forte componente prática que incentiva os alunos a pensar “fora da caixa”. No espaço da nossa Escola, as Empresas de Treino são o nosso ex-libris, pretendendo-se com elas potenciar o desenvolvimento de aprendizagens muito próximas do contexto empresarial. Na nossa Escola temos, entre outras, a ECL store, uma loja que entre outros produtos comercializa a linha de merchandising da Escola, concebida e produzida pelos alunos; a ECL visual merchandising, um espaço que, gerido pelos alunos de Vitrinismo, tem como objetivo planificar e operacionalizar a decoração das várias montras existentes na Escola; a ECL contact centre, um espaço que permite aperfeiçoar o atendimento do cliente à distância; a ECL discovery, uma loja pedagógica dedicada ao setor do Turismo e Hotelaria, que promove Portugal como um destino turístico; a ECL food store, que, dedicada ao setor alimentar, materializa um conceito muito característico da cultura portuguesa; a ECL kitchen, uma cozinha pedagógica que pretende confecionar uma gastronomia nacional e internacional que promova Portugal como um destino gastronómico; a ECL restaurant, um espaço pedagógico dedicado ao setor da restauração que promove um serviço de qualidade.

A chave para este sucesso? Não existe uma chave, mas múltiplas chaves, que vamos afinando, atualizando e reinventando em função do desenvolvimento da sociedade e dos nossos alunos, das necessidades do tecido empresarial nacional e europeu e do enquadramento pedagógico. A ECL aposta em equipas qualificadas e interdisciplinares. A ECL aposta em parcerias com empresas de sucesso no cenário português e internacional, líderes de mercado que, reconhecendo a importância de ter nos seus quadros um know-how qualificado, possibilitam aos alunos da ECL uma experiência em contexto real das práticas do mercado de trabalho. Entre estas empresas contam-se entre outras a nível nacional a Caetano Baviera, a Cofina Media, a Cortefiel, a Delta, a Douglas, o El Corte Inglés, o Freeport, o h3, a Jerónimo Martins, a Leroy Merlin, o Porto Bay Hotel, Sheraton Hotel, a Sonae e a nível europeu a Gap (França), a Adidas (Espanha) e o Mariott Hotel (Reino Unido).

O “casamento” que a Escola promove entre a formação em contexto escolar, utilizando métodos inovadores, e os estágios curriculares a nível nacional e europeu através do programa Erasmus+ (cerca de 100 alunos /ano letivo) contribui, indubitavelmente, para o sucesso dos nossos alunos e, assim, para o sucesso da nossa Escola. A oferta de emprego supera o número de alunos que todos os anos terminam os seus cursos.

Em 1989, foi lançada a primeira pedra para a criação do que, hoje, é a nossa Escola. Na sua génese, esteve a tomada de consciência da carência de recursos humanos qualificados no setor do Comércio e Serviços, indispensáveis à modernização do mesmo e à viabilização e competitividade de muitos milhares de empresas.

Passados 30 anos, a prioridade da ECL continua a ser a de preparar os jovens e os ativos de hoje para o mundo de trabalho de amanhã, cada vez mais competitivo, apostando no futuro de jovens e profissionais ambiciosos, com espírito de iniciativa, que pretendem desenvolver a sua carreira na área dos negócios.